segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

É Natal... SOCORRO!!!

Até Papai Noel acha que o Natal é um saco
e tomou um porre pra esquecer!

Chegou o Natal, época de confraternização, de reflexão, de reunir a família, de trocar presentes, de ter o espírito mais leve. QUE SACO! Odeio Natal por tudo isso acima e por mais algumas coisas. Podem me chamar de mal-humorado, mas não sou hipócrita de dizer “Ai que lindo, é Natal!”. Calma, brincadeirinha... mas só em parte!

Primeiro, acho que a gente não precisa ter uma época específica pra se confraternizar, pra ter o espírito leve e pra reunir a família. Tento fazer isso sempre que possível nos fins de semana, nos feriados ou quando dá na telha. Ah, mas tem a ceia! Grande coisa: prefiro uma picanha suculenta ao peru seco da Sadia que todos os anos ganho da empresa. Tender também como em churrascaria... e com uma vantagem: não tenho azia depois de misturar rabanada, peru e pêssego com farofa de uva passa, castanhas e frutas secas. Afe!! Deu “congestã” só de pensar.

Sabe porque acho Natal um saco? Porque não agüento aquelas musiquinhas ao som de harpa que tocam em tudo quanto é lugar. A Simone cantando canções natalinas é a maior Parada de Sucesso. Ela devia era dar uma parada com isso! Até camelô aderiu ao som ambiente natalino pra tentar vender mais. Vender mais? Saio correndo quando entro numa loja escuto Jingle Bells nos auto-falantes. Essa música devia chamar Jungle Bells.

E a selvageria das compras então? Minha mulher comentou, APENAS COMENTOU, que queria dar um pulinho na 25 de março pra ver uns presentes. Fiquei uma semana sem falar com ela. Ta bom, vamos no shoppis então. Fui! Mas fiquei mais três dias sem falar com ela de novo. Aquilo mais parecia posto do INSS em dia de pagamento de benefício. Primeiro, fila pra entrar no estacionamento. Depois fila pra estacionar (levei umas 6 horas até achar a vaga). Aí foi fila pra pegar a escada rolante, fila pra entrar na loja, no caixa da loja, no quiosque do cafezinho, pra pagar o estacionamento e pra sair do estacionamento. Era tanta gente que quando pedi uma camiseta Adidas na loja e o cara falou que só tinha da FILA, quase matei o camarada de pancada!

E a festinha da firma então? Não tinha lugar melhor pra acontecer... KARAOKÊ! Pensa num monte de gente bêbada querendo cantar em inglês, francês, finlandês e até japonês! Pior os que queriam cantar sério. Ainda tinha uma placa em cima do palco “favor não assoviar nem gritar nas apresentações”. Ta me gozando, né?

Amigo secreto então, nem morto. Você vai lá, gasta uns 200 paus porque teve o azar de tirar teu chefe e ganha um perfume da Contem 1g de presente. Cítrico ainda, que você odeia!

Quer outros motivos pra odiar o Natal? Os parentes de fora que acham que você mora numa mansão e resolvem lotar os dois quartos do teu apê de 80 metros quadrados durante uma semana; aqueles que resolvem ficar no Reveillon também; aquele presente do seu sobrinho que você gastou uma grana danada pra ele falar “Ah, ganhei um desse no ano passado!”; a Cidra Cereser que teu cunhado trouxe pra ceia; o kit de meias e cuecas que você ganha da sua tia-avó há 25 anos; o atual marido da sua ex que presenteia suas filhas melhor do que você; a ressaca e a azia do dia seguinte (bom, mas essa ta perdoada porque a gente uma a cada fim de semana).

Mas pra mim ainda tem um detalhe: o aniversário da minha mulher dia 26. Além dos dois presentes que ela exige, o duro é convencer a alguém a ir à festa. Dá azia só de olhar pro “dejavu”de peru e tender requentados! SOCORRO!!!

2 comentários

Petra Mafalda disse...

Adorei!! Teu blog continua fantástico!!!

Ana Beatriz Camargo disse...

Ainda bem que voce falou, logo no começo, que não estava querendo ser mal-humarado. Imagine se a inteção fosso justamente o oposto... (Rs...)

Mas brincadeirinhas à parte, divertido seu texto - ri aqui, é sério! Mais um texto daqueles de sempre, ótimo e blábláblá que eu já tenho dito aqui.

Parabéns pelo 2.009 excelente, Ogg, recheado de matérias excelentes. Orgulho e alegria de poder falar com você, por enquanto, pelos Twitters e Blogs da vida. (hehe, da rede fica melhor)

Um 2.010 recheado de prosperidade para você, para sua mulher e para toda a família de vocês. Tudo de bom!

Beijinhos!

Postar um comentário